Para que serve a hipnose.

Para que serve a hipnose – Benefícios da hipnoterapia

Para que serve a hipnose? Hipnose funciona? Quais são os benefícios da hipnoterapia? Quais são os perigos da terapia por hipnose? Tire suas dúvidas através deste artigo.

Para que serve a hipnose?

A hipnose usa relaxamento guiado, concentração intensa e atenção focada para atingir um estado elevado de consciência que é chamado de transe. A atenção da pessoa está tão concentrada neste estado que tudo que está acontecendo ao seu redor é temporariamente bloqueado ou ignorado. Nesse estado que ocorre naturalmente, uma pessoa pode focar sua atenção – com a ajuda de um hipnólogo treinado – em pensamentos ou tarefas específicas.

Hipnose funciona?

A hipnoterapia, ou hipnose clínica, é geralmente considerada como uma ferramenta de se fazer terapia, porque o estado hipnótico permite que as pessoas explorem pensamentos, sentimentos e memórias de suas mentes. Além disso, a hipnose possibilita que as pessoas percebam algumas coisas de maneira diferente, como a possibilidade de bloquear temporariamente a percepção da dor.

A hipnose clínica pode ser usada de duas maneiras: como terapia de sugestão ou para análise do paciente.

  • Terapia por sugestão: o estado hipnótico torna a pessoa mais capaz de responder às sugestões. Portanto, a hipnoterapia pode ajudar algumas pessoas a mudar certos comportamentos, como parar de fumar ou roer as unhas. Também pode ajudar as pessoas a mudar percepções e sensações, e pode também ser útil no tratamento da dor.
  • Terapia para análise: esta abordagem usa o estado relaxado para explorar uma possível causa psicológica raiz de um distúrbio ou sintoma, como um evento passado traumático que uma pessoa manteve em sua memória. Uma vez que o trauma é revelado, ele pode ser tratado em terapia.

Quais são os benefícios da hipnoterapia?

Benefícios da hipnoterapia.
Benefícios da hipnoterapia.

O estado hipnótico permite que a pessoa seja mais aberta a discussões e sugestões. Pode melhorar – como terapia complementar – o sucesso de outros tratamentos para muitas condições, incluindo:

  • Fobias, medos e ansiedade
  • Distúrbios do sono
  • Depressão
  • Estresse
  • Ansiedade pós-trauma
  • Luto e perda
  • A hipnose também pode ser usada para ajudar no controle da dor e para superar hábitos, como fumar ou comer demais. Ela pode ser útil para pessoas com sintomas mais graves ou que precisam de gerenciamento de crise.

Quais são os perigos da terapia por hipnose?

A hipnose pode não ser apropriada para o tratamento de uma pessoa que apresenta sintomas psicóticos, como alucinações e delírios, ou para casos graves do uso de drogas ou álcool. Ela deve ser usada para controle da dor somente após avaliação médica quanto a qualquer possível distúrbio físico do paciente. A hipnose pode também ser uma forma menos eficaz de terapia do que outros tratamentos mais tradicionais, como medicamentos, para transtornos psiquiátricos.

Alguns terapeutas usam a hipnose para recuperar memórias possivelmente reprimidas, que acreditam estar ligadas ao transtorno emocional da pessoa. No entanto, a qualidade e a confiabilidade das informações recuperadas pelo paciente sob hipnose nem sempre são confiáveis. A hipnose pode representar o risco de criar memórias falsas – geralmente como resultado de sugestões não intencionais ou de perguntas dirigidas pelo terapeuta.

É importante destacar que a geração de memórias falsas não é um problema específico da hipnose. Outras formas de abordagem podem gerar também memórias falsas, principalmente nos casos citados acima, quando se lida com situações onde o paciente não se lembra conscientemente do que aconteceu em um determinado evento.

Além disso, o uso da hipnose para certos transtornos mentais nos quais os pacientes podem ser altamente suscetíveis à sugestão, como transtornos dissociativos, permanece especialmente controverso.

Afinal o que é hipnose?

A hipnose não é um procedimento perigoso. Não é controle da mente ou lavagem cerebral. Um hipnotista não pode fazer uma pessoa realizar algo embaraçoso ou que ela não queira executar.

Ela hoje é reconhecida como recurso terapêutico pelos principais conselhos federais da área de saúde no Brasil: como medicina, odontologia, psicologia e fisioterapia. A hipnose tem como principal atrativo ser uma ferramenta para a prática de terapias de curtíssimo prazo, embora também possa ser aplicada em procedimentos de maior duração.

Saiba mais como funciona a hipnose clicando aqui.

Saiba mais sobre o uso da hipnose no alívio da ansiedade clicando aqui.