VERDADES E FAKE NEWS SOBRE TERAPIA POR HIPNOSE


Introdução à Hipnose


Hipnose é real? Ela pode realmente aliviar a ansiedade? Qualquer tipo de informação errada, por mais simples que possa parecer, pode induzir pessoas ao erro.

Vamos então aos fatos: o termo hipnose foi criado pelo médico inglês James Braid, que estudou esta prática durante o século XIX. Ela usa relaxamento guiado e atenção concentrada para alcançar um estado de consciência diferenciado denominado transe hipnótico.

Quando uma pessoa está hipnotizada, ela se encontra naturalmente predisposta a receber sugestões. Durante uma terapia por hipnose, este estado vai permitir ao paciente imaginar, rememorar, vivenciar e perceber de forma intensa diversas questões pessoais, com o objetivo final de se alcançar o alivio de algum problema emocional.

Durante o transe hipnótico podemos dizer que a faculdade crítica do nosso cérebro, a nossa mente racional, está rebaixada e o inconsciente está acessível para ser trabalhado. É em nosso inconsciente que estão armazenados nossos hábitos e habilidades, as nossas reações automáticas.

Introdução à Hipnose - Uma pessoa hipnotizada se encontra naturalmente predisposta a receber sugestões.

Uma pessoa hipnotizada se encontra naturalmente predisposta a receber sugestões.

Prática da Hipnose


A prática da hipnose não é regulamentada no Brasil, embora seja reconhecida por vários conselhos, como os de medicina e odontologia. Nos Estados Unidos, uma das melhores maneiras de se encontrar um hipnólogo certificado é através da National Guild of Hypnotists – NGH (Associação Nacional de Hipnotizadores), uma organização sem fins lucrativos dedicada ao desenvolvimento da hipnose. Embora o tratamento varie com base nas características de cada indivíduo, este tipo de terapia exige normalmente poucas sessões para se obter um retorno positivo.

Fake News sobre Hipnose


Muitas pessoas acham erroneamente que ao serem hipnotizadas irão perder totalmente o controle sobre si mesmas, virando uma espécie de zumbi. Essa crença costuma ser estimulada por espetáculos, filmes ou programas de TV em que a hipnose é muitas vezes apresentada de uma forma um tanto fantasiosa. Esta visão errônea, infelizmente tende a desestimular a busca da hipnose como uma forma segura de se fazer terapia.

Outro erro muito difundido sobre a hipnose é o de que uma pessoa durante uma sessão perde totalmente sua consciência, esquecendo completamente o que ocorreu. Embora isso possa parecer verdade, o fato é que não existe lavagem-cerebral por hipnose. Somente uma pequena porcentagem de indivíduos, que entram espontaneamente em níveis profundos de transe é que podem experimentar uma leve sensação de esquecimento, nunca com perda da consciência ou de amnésia. Acredite, as pessoas simplesmente sabem o que ocorreu durante cada uma de suas sessões.

Durante o transe hipnótico o paciente não está sob controle do hipnotizador. A hipnose não é algo imposto, mas sim um estado totalmente consensual. O hipnotista é simplesmente o facilitador do processo. Qualquer sugestão que venha a ser contrária aos padrões de conduta de uma pessoa serão simplesmente rejeitadas por ela.

Fake news sobre hipnose: muita imaginação e fantasia..

Fake news sobre hipnose: muita imaginação e fantasia.

Hipnose Clínica


A hipnoterapia ou hipnose clínica consiste na aplicação da hipnose como ferramenta terapêutica. Ela pode ser empregada no auxílio ao tratamento de diversos tipos de transtornos emocionais, como também na mudança de hábitos e sentimentos indesejáveis, como por exemplo nos casos de ansiedade, fobias, depressão, pânico e tabagismo.

9 Exemplos de Terapias por Hipnose


Quais são os tipos de problemas que podem ser tratados pela hipnose? Bem, a quantidade exata é realmente muito extensa e diversificada para ser relacionada nesta matéria. Para exemplificar, vamos detalhar abaixo 9 maneiras objetivas de como a hipnoterapia pode ser efetivamente aplicada para melhorar nossas vidas. Vamos lá!

Terapia por hipnose para ansiedade.

1. Terapia para Ansiedade

Há coisas que somente alguém que vive permanentemente em um quadro de ansiedade pode perceber. Ela é muitas vezes uma condição simplesmente debilitante e desesperadora. Segundo a Associação Americana de Psiquiatria, os transtornos de ansiedade são um dos mais comuns transtornos mentais existentes, afetando mais de 25 milhões de americanos. Para a OMS (Organização Mundial da Saúde), em um estudo publicado em 2017, o Brasil é a nação com a mais elevada taxa de indivíduos com transtornos de ansiedade no mundo. Segundo este estudo, 9,3% dos brasileiros têm algum tipo de distúrbio ansioso.

A ansiedade é geralmente tratada através de medicações ou terapias (ou uma combinação de ambas), sendo a terapia por hipnose uma opção cada vez mais considerada.

A permanência do estado ansioso pode levar qualquer pessoa inconscientemente a adotar uma série de maus hábitos. Quando alguém procura um hipnoterapeuta para parar de roer as unhas, este hábito negativo tende a não ser o problema em si, mas sim a ansiedade. Se alguém recorre a hipnose para tratar de um distúrbio da fala, como a gagueira, o hipnotista pode focar seu tratamento também na ansiedade.

Terapia por hipnose para distúrbios alimentares.

2. Terapia para Distúrbios Alimentares

Fazer escolhas alimentares mais saudáveis e exercitar-se são componentes-chave para a perda de peso. Mas, em muitos casos, emagrecer requer também a eliminação de fatores emocionais e inconscientes.

O uso da hipnose para perda de peso requer uma abordagem diferente da que é adotada em outras condições. Geralmente, durante o tratamento são analisados quais são os gatilhos comportamentais do indivíduo. Antes que a hipnose seja realizada, é preciso descobrir se o problema está nos lanches durante o dia, ou no hábito de ir beliscar algo na geladeira entre as refeições. Todo mundo é diferente, todo mundo tem seus próprios vícios (hábitos), e se leva algum tempo para adquiri-los.

As sessões, além de trabalharem com a condição emocional, envolvem também o uso de comandos embutidos para ajudar o cliente a controlar seus hábitos alimentares: "Depois de cinco ou seis mordidas, você fecha os olhos e diz a si mesmo que isso é o suficiente" ou "Toda vez que você come um prato de comida, feche os olhos e diga para comer apenas metade do que está lá".

Terapia por hipnose para tabagismo.

3. Terapia para Tabagismo

Se você quiser encontrar uma maneira de parar de fumar, provavelmente irá se deparar com uma longa lista de recursos, como os adesivos de nicotina. Parar é vital: os cigarros são responsáveis por mais de 480.000 mortes por ano nos Estados Unidos, de acordo com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (em inglês: Centers for Disease Control and Prevention – CDC), uma agência do Departamento de Saúde e Serviços Humanos dos Estados Unidos. O CDC também afirma que, entre todos os atuais fumantes adultos de cigarros nos EUA, quase sete em cada 10 (68%) relataram que queriam parar de fumar.

Remédios fitoterápicos, terapia comportamental e acupuntura são métodos que as pessoas escolhem para deixar de fumar. A hipnose também é um recurso seguro para eliminar este hábito por cigarros. Quando você vai a um médico, ele pode lhe dar uma pílula, mas nunca vai te receitar comprimidos "anti-hábito".

Seguindo o mesmo princípio empregado pela hipnose para o controle alimentar, a hipnoterapia permite que se possa mudar um padrão de pensamento (comportamento), alterando a conexão emocional existente com relação ao cigarro. Substituindo o hábito de fumar (reação automática) por um outro que seja positivo.

Terapia por hipnose para tistúrbios do sono.

4. Terapia para Distúrbios do Sono

Não dormir o suficiente pode prejudicar a tomada de decisões e a memória, como também pode levar a vários problemas crônicos de saúde, como doenças cardíacas, obesidade e depressão.

Atualmente existem uma variedade de recursos para se combater a insônia, incluindo medicação, meditação, terapia cognitivo-comportamental, e claro, a hipnose. Para tratarmos a insônia através da hipnoterapia, podemos utilizar simplesmente a visualização de uma cena do passado, na qual o paciente dormiu profundamente, para resgatar o estado emocional necessário para se ter uma boa noite de sono.

Preocupar-se com o sono é uma das principais razões pelas quais uma pessoa não consegue dormir, ou seja, muitas vezes é o próprio medo da insônia que causa a insônia. Ao se remover esta preocupação, provavelmente a pessoa simplesmente conseguirá dormir. É como trocar o rótulo mental de "eu tenho insônia" por algo como "eu durmo bem".

Terapia por hipnose para medo de dentista.

5. Terapia para Medo de Dentista

O zumbido agudo da broca, o doloroso toque da agulha, ou simplesmente a vergonha de ter alguém olhando dentro da sua boca, são apenas algumas das razões pelas quais as pessoas evitam ir ao dentista. Segundo a British Dental Health Foundation (Fundação de Saúde Dental Britânica), enquanto a tecnologia se esforça para tornar a ida ao consultório menos estressante, a ansiedade odontológica impede que cerca de 10 a 20 por cento da população mundial encarem esta experiência com naturalidade.

Este medo de ir ao dentista pode manter muitos clientes fora do consultório por anos. Esta fobia pode vir de uma experiência negativa vivenciada anteriormente, ou através de algum conhecido que teve um momento muito doloroso ao tratar dos seus dentes.

Não importa o motivo, este tipo de problema pode se tornar debilitante. Para ajudar seus clientes a superar a ansiedade de ir ao dentista, o hipnoterapeuta pode utilizar recursos da Programação Neurolinguística (PNL) combinados com a hipnose. Através da PNL, podemos ajudar o cérebro a reescrever certos padrões de comportamento, superando assim um ciclo de pensamento automático negativo.

Terapia por hipnose para dor crônica.

6. Terapia para Dor Crônica

A dor física é um sinal de alerta, mas quando ela é crônica, o sistema nervoso pode estar transmitindo o sinal de uma dor mesmo depois de o corpo cicatrizar. Na verdade, existem várias maneiras pelas quais sua mente pode lidar com a dor, e a hipnose através do recurso das metáforas, pode ajudar nisso.

Como exemplo, podemos imaginar um paciente com uma dor lombar crônica. Esse paciente pode descrever esta dor como "um urso mordendo sua espinha". Quando questionado o que desejaria fazer, ele simplesmente poderia dizer que teria vontade de "por este urso em hibernação". O hipnoterapeuta pode então fazer com que seu cliente simplesmente imagine "ver este urso rastejando para uma caverna, deitando e dormindo", e como consequência a dor pode desaparecer. Embora a hipnose não seja mágica, muitas vezes ela pode até parecer que é.

Terapia por hipnose para zumbido no ouvido.

7. Terapia para Zumbido no Ouvido

Tocar, zumbir ou assobiar sons constantes que ninguém além de você pode ouvir, são sinais de um problema que segundo a American Tinnitus Association (Associação Americana de Zumbido) são sentidos por cerca de 45 milhões de americanos.

As opções de tratamento para zumbido no ouvido incluem aparelhos auditivos, terapia comportamental, terapia por som, até o alivio de uma possível disfunção na articulação da mandíbula.

A hipnose também é uma opção segura de terapia. Sua aplicação se baseia no fato de que a mente pode ampliar a percepção do zumbido, ou seja, a pessoa pode estar habituada a prestar atenção nele. Quando o hipnoterapeuta trabalha na remoção deste hábito, o som pode simplesmente desaparecer. Ele está lá, mas a pessoa simplesmente não o percebe.

Terapia por hipnose para desempenho esportivo.

8. Terapia para Desempenho Esportivo

Michael Jordan, Tiger Woods e Mike Tyson são apenas alguns atletas profissionais conhecidos que se voltaram para a hipnose como uma ferramenta para o aperfeiçoamento do seu desempenho atlético. Atletas, principalmente no exterior, há muito tempo utilizam a hipnose na eliminação de crenças negativas, na redução do efeito da ansiedade ou estresse, como também no aumento do foco e concentração.

Esse treinamento mental pode ampliar a confiança, a consistência e a capacidade do atleta, podendo ser empregado tanto por aqueles que estão se recuperando de lesões, como também pelos que estão aperfeiçoando seu desempenho.

Os atletas que buscam a hipnose para melhorar sua performance física, irão na verdade aprimorar sua mente. O hipnotista trabalha para mudar o padrão de pensamento, substituindo comportamentos falhos por reações positivas.

É importante destacar que a hipnose não transforma ninguém em atleta, ou seja, caso a pessoa não tenha as habilidades e aptidões necessárias, o investimento será inútil.

Terapia por hipnose para sindrome do intestino irritável - SII.

9. Terapia para Síndrome do Intestino Irritável (SII)

De acordo com a International Foundation for Functional Gastrointestinal Disorders (Fundação Internacional para Distúrbios Gastrointestinais Funcionais), a síndrome do intestino irritável (SII) afeta entre 25 e 45 milhões de pessoas nos Estados Unidos. Embora a causa exata da SII não seja conhecida, o impacto da doença pode variar de leve a debilitante.

O estresse pode agravar os sintomas da SII. O tratamento pode variar desde a utilização de probióticos (produtos à base de micro-organismos vivos para equilibrar da flora intestinal) e dietas (como a Low FODMAP), até utilizar antidepressivos e terapia cognitivo-comportamental.

A hipnose é relacionada em estudos como um tratamento eficaz para a SII. A hipnoterapia usa técnicas de relaxamento, seguidas de sugestões hipnóticas, para ajudar os pacientes a aprenderem como controlar seus sintomas. Os resultados destas pesquisas mostraram que os pacientes perceberam melhoras na qualidade de vida, nos sintomas de dor abdominal, na constipação, diarreia e inchaço.

Saiba mais a respeito da hipnose clínica